Skip to main content
bdbd4929238821.5681474dec85b

De pouco vem tudo e do tudo vem o pouco – produtividade

Tá, vamos dizer que não é o tudo, é o quase tudo. Vamos nesse artigo recorrer o famoso Jedi da produtividade Vilfredo Pareto. Que elaborou o conceito do 80/20.

Simplesmente ele disse que de 20% do que você faz traz 80% dos seus resultados e de 80% do seu esforço traz o resto dos 20%.

Sim, funciona por incrível que pareça. E isso é tão forte, que se você ler qualquer livro de produtividade, lá vai estar Pareto rindo para você. É, ele merece o titulo de mestre Jedi da produtividade.

bdbd4929238821.5681474dec85b

O processo

Consiste em 5 etapas bem básicas:

#1 — identifique o caminho da força

Se for no seu trabalho, pense o por que você foi contratado, quais são as tarefas mais importantes da sua função. Anote em uma folha todas as suas funções e depois circule quais são as mais importantes. Ainda não sabe quais ? chama seu chefe e ele vai te falar 🙂

Na sua vida você pode imaginar o que você faz que te traz a felicidaderealmente. Ou seja, espero que Facebook não esteja nessa lista jovem padawan.

#2 — Questione-se

Toda vez que for tomar qualquer atitude na sua vida, pergunte-se: “Isso que vou fazer vai me ajudar nos 80%? A ordem Jedi vai aceitar ?”.

A palavra mais poderosa da produtividade é o fugging: não. ele vai te salvar de quase todas as tarefas que não vão contribuir para sua jornada em quase nada, ou os 20%.

Ah, mas não quero magoar as pessoas em minha volta

ess1-263x263

Não amigo, você só está se afundando. Se você não focar em algo, vai ficar preso na infinidade de coisas, não vai focar em nada e vai acabar se afundando por causa disso. Uma imagem legal que mostra mais ou menos isso é essa que tirei do livro essencialismo.

Veja, quando se foca em uma direção, você sai incrível, mostra para todos que você é competente pois aguenta muito. Se você ler esse livro vai perceber o quanto isso é importante, é uma leitura incrível ❤

#3 — Passe adiante ou transforme em pó

Se alguma atividade está tirando sua produtividade, passe para outra pessoa fazer, ou simplesmente transforme ela em pó, faça ela ser extinta.

Esse é o maior pecado de muitos empreendedores, eles acham que são os poderosos, os destemidos. Ai quando vão ver a agenda deles, não tem tempo para família e nem para o lazer, e com o tempo eles ficam sem tempo para eles mesmos. Por culpa de que não sabem passar a tarefa para outra pessoa.

#5 — Não saia colocando novos projetos.

Não assuma muitos projetos(tarefas com outras sub tarefas), ao invés disso, pegue algum que já exista, que não esta gerando resultado e troque pelo novo, assim você elimina um ruim e cria um novo, totalmente novo e poderoso.

#6 — Em outra galaxia, em outra época.

Digamos que você quer realmente faz algo, mas não ver como isso pode ser produtivo para você. Simples, crie uma lista de “Alguma época/Algum dia” que no futuro ela realmente pode ser útil para você.

Faça essa lista, e todo mês/trimestre/semestre/ano, você deve rever ela e vê se aquele habito que você deixo para depois pode ser útil agora.

Conclusão

Apesar de simples, é bem complicado você implementar esse habito. Começar a negar coisas que você julga necessário é muito pesado, é triste de verdade. Eu por exemplo gostava de desenhar, mas obliterei esse habito pois vi que ele não estava nos 80% de utilidade. Talvez um dia ele volte, em outra galaxia e em outra época.

Ah, faça uma avaliação mensal de quais hábitos estão produzindo o “tudo(80%)” e veja quais são bons e quais são ruins, os ruins você substitui por novos. Seja um verdadeiro Jedi da produtividade.

Esse é o #2 post da saga — Caminhos do Jedi produtivo